Moradores fazem protesto para cobrar melhorias em escola do Caipe: “Queremos solução”

Uma mãe questiona como os alunos vão estudar se a reforma vai começar hoje: "Como nossos filhos vão entrar na escola?"

Moradores fazem protesto para cobrar melhorias em escola do Caipe: "Queremos solução"-Imagem reprodução redes sociais.

Um grupo de moradoras foram filmadas na porta da Escola Iromar Silva Nogueira, no bairro do Caipe, em São Francisco do Conde na manhã desta segunda-feira (17). Elas gritavam para chamar a atenção das autoridades e cobrar melhores condições na unidade. (Veja vídeo abaixo)

” Bom dia gente! Nós estamos aqui para reivindicar o direito de nossos filhos. Nossos filhos tem condições de entrar nesta escola aqui? Não tem condições nenhuma de entrar nesta escola!”, diz uma das moradoras.

Ela questiona ainda como os alunos vão estudar se a reforma vai começar hoje: “Como nossos filhos vão entrar na escola?”Outra mãe reclama que a preocupação não está restrita a uma pequena reforma, mas a estrutura da escola de modo geral.

“A escola não tem estrutura para manter nossos filhos aí! E deixar bem claro ao secretário Marivaldo que nós queremos sim, que nossos filhos estude. Não é 30 dias dentro de casa não, porque ele teve oportunidade durante dois meses e não reformou. E queremos melhorias total!Né vir pra aqui com suas conversinhas, encher a gente com suas conversas dizendo que vai acontecer e fazer e não fazer. Acordamos viu [Secretário de Educação] Marivaldo”, reclama,enquanto outras completam: “Mentiroso”.

Elas relatam que querem segurança, lembrando que a chuva derrubou parte da escola e questiona: “Imagina se tivesse crianças dentro da escola? Queremos melhorias e par fazer essa reforma se eles verem que 30 dias não é o suficiente pra fazer uma reforma bacana, colocar uma escola digna, não é isso? Porque São Francisco do Conde é uma cidade das mais ricas, não é isso? Então têm verbas pra isso, então coloca nossos filhos em outro espaço com mais segurança”.

Em outro vídeo, elas aparecem gritando lemas como “queremos solução”. Os manifestantes bloquearam a BA-523, eles agudavam  o  Secretário Municipal de Educação, Marivaldo do Amaral para formalizar o pedido de melhorias. Elas também relataram  que ficaram em frente a escola todos os dias até que a situação seja resolvida.

Veja vídeo abaixo:

 

Os manifestantes bloquearam a BA-523- Foto Reprodução redes sociais.