Nilton minimiza crise interna, chama Marden de amigo e diz que o povo escolheu Nita como pré-candidata

As declarações de Nilton, antecedem a publicação feita pelo comunista no Facebook que retirou a pré-candidatura à prefeito na manhã de domingo (17).

Nilton minimiza crise interna, chama Marden de amigo e diz que o povo escolheu Nita como pré-candidata-Foto reprodução Facebook- Montagem Bahia Manchetes.

O deputado estadual Nilton Bastos (PP) minimizou os impactos provocados crise interna na base governista, ele também chamou o secretário municipal de cultura e vereador licenciado, Marden Lessa (PCdoB) de “amigo” e destacou Nita de Brito (PP) como a única pré-candidata a prefeita do governo, em Madre de Deus.

As declarações de Nilton, antecedem a publicação feita pelo comunista no Facebook que retirou a pré-candidatura à prefeito na manhã de domingo (17). No texto, ele disse que ainda não definiu quem vai apoiar na majoritária.

Em publicação no Facebook, Marden Lessa retira pré-candidatura a prefeito de Madre de Deus- Foto reprodução.

Questionado sobre as declarações de Marden que apontavam que eles não tem mais relação política. O deputado ponderou, afirmando que o vereador licenciado continua seu “amigo” e que ele não havia mencionado que não tem mais laços políticos com ele. (relembre aqui)

“Ele não me disse que estamos rompidos, ele demonstrou uma chateação na relação da posição política. Eu fui muito sincero ao vereador Marden”, tergiversou.

Nilton ressalta que a maioria do grupo liderado por Jeferson Andrade (PP) escolheu Nita como pré-candidata, disse ainda, que seguiu o mesmo posicionamento da maioria. Ele justifica, afirmando que isso não quer dizer que Marden não seja um grande nome ou que ele não tenha capacidade de administrar a cidade.

“A gente entendeu que o momento não ainda era o dele. Ele é um jovem político, tá construindo uma carreira política, já está no segundo mandato, indo pra disputa de um terceiro mandato, então não há dúvida que o tempo dele virá”, disse o deputado em entrevista ao Bahia Manchetes na última quinta-feira (13) após participar da posse do presidente municipal do PT, Anisvaldo Daltro.

Discorrendo em seguida sobre a pré-candidatura a prefeita de Nita. “Esse projeto é de um grupo político, é muito mais do que é isso, é da vontade popular. Eu, além de ouvir essas pessoas desse núcleo duro, eu ouvir principalmente o povo de Madre de Deus. E foi através dessas escutas que eu fiz, andando pela cidade, caminhado. Sempre que estou no município, eu vou nos bares, eu vou no supermercado, eu rodo a cidade”, disse.

O deputado afirmou que não existia dois pré-candidatos na base do governista e que o prefeito Jeferson definiu uma data para Marden se posicionar que ele descreve como “discussão final” para que fosse tomado uma decisão. A declaração faz referência a retirada da pré-candidatura do comunista que aconteceu no domingo.

Para ele, o pré-candidato da oposição é Dailton Filho (PSB) e a base do governo precisa saber que Nita é a única candidata  da base. Em seguida, ele minimiza a crise interna, apontando que é natural que a vontade de outro político exista, mas o governo precisa dar rumo para emplacar a pré-candidatura de Nita.

Por fim, ele ressalta que grande parte das pessoas que acompanham Dailton Filho fizeram parte do governo de Nita, ressaltando que as articulações serão norteadas através disso.

“De alguma forma estiveram ao lado dela, de alguma forma tem carinho, respeito e muitos tem gratidão a ela. E é nesta construção que eu acredito muito que Nita, em outubro será vitoriosa”, afirma.