“Se tiver aumento pro povo, a gente vai continuar votando contra”, diz Jodiane sobre PL que altera taxa de luz

A declaração foi feita no plenário da Câmara Municipal na terça-feira (7).

“Se tiver aumento pro povo, a gente vai continuar votando contra”, diz Jodiane sobre PL que altera taxa de luz-Foto: Divulgação/Câmara de Vereadores.

A vereadora de Madre de Deus, Jodiane Alves (PTB) parabenizou o movimento de moradores que utilizaram as redes sociais para protestar contra o Projeto de Lei (PL) proposto pelo Executivo que institui aumento na Contribuição de Iluminação Pública (CIP) de Madre de Deus. De acordo com a vereadora, as ações da população tinham o objetivo de não aprovar a PL.

A declaração foi feita no plenário da Câmara Municipal na terça-feira (7). Ela destacou que a população demonstrou que realmente sabe fazer política e justifica que as manifestações foram realizadas para abortar um projeto que geraria prejuízos para população.

Ele defendeu o posicionamento dos moradores que foram contra a PL e rebateu as declarações que descreveram o movimento como politicagem.

“Politicagem é fazer política em cima do nada, do vazio e vocês [moradores] fizeram em cima de uma causa que se fosse aprovada nesta Casa iria prejudicar todos”, asseverou.

Jodiane afirma que ainda está estudando o projeto, disse ainda, que mais uma vez iria tirar dos pobres para favorecer os ricos.

Em seguida, ela cita o nome do vereador André da Limpeza (PSD), em referência a frase utilizada por ele quando criticou a reforma administrativa e classificou o prefeito Dailton Filho (PSB) como “Robin Hood ao contrário”.  (Relembre aqui)

A vereadora argumenta que a mudança na lei iria aumentar o valor da conta de energia para aqueles que menos podem pagar e diminuir o valor para aqueles que têm uma melhor condição financeira.

“Essa gestão está fazendo a gestão assim: manda lei pra essa Casa, aí a gente mostra aonde está o erro, depois eles consertam e mandam de novo, foi assim com o Travessia, foi com a reforma, foi com o projeto dos barraqueiros, foi com o do conselho [de saúde]”, disse.

Ela destaca que isso tem gerado preocupação porque virou prática do governo e reforça que o secretário deve levar a PL para explicar na Câmara.

“Conhecendo meus colegas como eu conheço, eu tenho certeza que se o [projeto de lei] estivesse aqui nenhum [vereador] votaria a favor. Eu tenho certeza, isso eu não tenho vergonha de dizer, mas o quê, que vai acontecer: todos os erros que vocês disseram que tá errado, que vocês apontaram, eles vão consertar e vão mandar de novo pra essa Casa”, disse.

Em seguida, ela continuar argumentando e sentencia: “Se tiver aumento pro povo, a gente vai continuar votando contra”.

Jodiane aponta que neste momento de pandemia que estamos vivendo não importa qual seja o valor, “pesa no bolso do povo que não tem dinheiro pra comprar comida”.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*