Perto do fim do mandato, prefeito de Madre de Deus prorroga contrato com empresa de internet por R$ 780 mil

O documento foi publicado no Diário Oficial do Município no dia 21 de dezembro, dez dias antes de Jailton terminar o mandato na prefeitura. 

Prefeito de Madre de Deus demite controlador e secretário de ciência e tecnologia e troca comando no esporte

O prefeito de Madre de Deus, Jailton Santana (PTB) fez um termo aditivo e prorrogou o contrato com a empresa JG Tecnologia e Informática LTDA. Conforme discriminado no contrato, a previsão de gastos será de R$ 780 mil pelo período de um ano.

O documento foi publicado no Diário Oficial do Município no dia 21 de dezembro, dez dias antes de Jailton terminar o mandato na prefeitura.  O valor mensal do novo contrato é de R$ 65 mil.

Os vereadores de oposição tentaram emplacar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a empresa no ano passado, mas precisavam do número mínimo exigido pelo regimento da Casa.

Na época, uma manobra de aliados do então prefeito Jeferson Andrade (PP) obstruiu o andamento dos trabalhos na Câmara de Madre de Deus e evitou que a  CPI fosse criada. Na ocasião, a denúncia foi batizada pela oposição de “CPI do Concunhado”.

De acordo com opositores, a empresa pertence ao concunhado de Jeferson que teria vencido todas às licitações desde que o então gestor assumiu a prefeitura.

O novo contrato tem previsão de começar a partir do dia 1 de janeiro de 2021, data que o prefeito eleito Dailton Filho (PSB) assume a prefeitura.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*