Vice-prefeito de Madre de Deus chama Hitler de “grande líder político” em post no Facebook

Jailton justifica que a publicação não foi para enaltecer Hitler.

Adolf Hitler (Foto Reprodução)

O vice-prefeito de Madre de Deus, Jailton de Almeida, conhecido popularmente como Jailton Polícia (PRB), afirmou em uma publicação no seu perfil no Facebook que Hitler foi um “grande líder político” .

No post, o vice-prefeito inicia o texto citando o filme “A queda! As Últimas Horas de Hitler”, e destaca que o líder nazista tinha tudo para “conquistar  o mundo”,   e que, a “arrogância e a prepotência”, teriam feito com que o Führer, não ouvisse seus comandantes e aliados.

Para Jailton,  como resultado,  Hitler teria amargado uma “derrota que destruiu seu reinado”.

Questionado pelo Bahia Manchetes, se o comentário faz referencia ao cenário politico municipal ou foi direcionado  ao chefe do Executivo.

Jailton diz que  a publicação não foi direcionada a “ninguém” , segundo ele,  foi uma orientação para reflexão.

“Não foi indireta para ninguém, e sim uma orientação para reflexão de todos que se acham na política e não ouvem nem respeitam o povo nem seus líderes nem liderados”, disse.

De acordo com o vice-prefeito, o post é para “Todos que são líderes no Brasil”.

Interpelado sobre o trecho do  post em que retrata Hitler “como um grande líder”.

O vice-prefeito diz que “ele foi um péssimo líder”.

Logo depois, elenca que o líder nazista “cometeu atrocidades e se achava superior às demais raças”.

Ele justifica que a publicação não foi para enaltecer Hitler.

Em seguida, volta a  afirmar que Hitler foi “um grande líder” porque teria liderado grandes exércitos que o acompanhava, mas justifica que não apontou que Hitler foi o melhor líder.

Alemanhã -1945 (April 8-24, 1945 Image by © CORBIS)

Internautas comentaram que a publicação retrata  a sabedoria de Jailton.

Ao ser questionado se afirmação sobre Hitler na rede social foi sábia.

O político declara, que no post quis dizer que uma pessoa pode ser grande, mas se não souber liderar estará predestinado ao fracasso,disse ainda, que na opinião dele, as declarações foram sábias, mas respeita as opiniões diferentes. “Para um bom entendedor, sábias palavras bastam”, disse.

Post de vice-prefeito no facebook.

A reportagem entrou em contato com o professor  Mário Ângelo, licenciado em  Historia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), e acadêmico em direito na mesma universidade, que esclarece, que na verdade,  o fim do reinado de Hitler esta associado ao término da Segunda Guerra Mundial, onde as forças liberais e pró-comunistas saíram vitoriosas.

Treliches de campos de concentração onde dormião os judeus (Foto Reprodução)

Para o professor, a queda da Itália e Japão, aliados de Hitler, foram duros golpes ao “expansionismo ariano”. Ele explica que “a derrota em Stalingrado e a contraofensiva russa foram decisivos para a queda do nazismo”.

O Professor  destaca que o projeto de Hitler incluía a caçada aos judeus, negros, comunistas e outras minorias de cunho religioso e político. Ainda conforme o professor, a derrota de Hitler foi “um freio na opressão sem limites”.

Ele ressalta que “cerca de 47 milhões de pessoas morreram em função da Guerra”. Segundo ele, os soviéticos não se renderam, mas “perderam 26 milhões de vidas”. E finaliza afirmando que foi “uma história que não se deve repetir”. (Confira imagens baixo  do holocausto nazista).

Ilustração da Câmara de gás, onde judeus eram assassinados por nazistas (Foto:Reprodução)
Fileiras de corpos de prisioneiros (Reprodução Pinterest)