Vereadores reclamam de dificuldade para falar com Secretária de Saúde de Madre de Deus

As declarações foram feitas durante a sessão de  terça-feira (27).

Vereadores reclamam de dificuldade em falar com Secretária de Saúde de Madre de Deus-Foto: Bahia Manchetes.

O líder da oposição na Câmara de Madre de Deus, vereador Adailton do Suape (PCdoB) e o parlamentar André da Limpeza (PSD) reclamaram que estão encontrando dificuldades para falar com a Secretária Municipal de Saúde, Stela Souza. As declarações foram feitas durante a sessão de  terça-feira (27).

Da tribuna, Adailton afirmou que o gabinete dele tenta agendar com a responsável pela saúde da cidade há mais de uma semana.

“Secretária se a senhora não atender o pedido de agendamento, o dia que a senhora estiver aí  vou te esperar na saída, quero ver a senhora não me atender”, sentenciou.

Ele explica que não vai fazer pedidos de ordem pessoal e destaca que quer que Stela Souza demonstre que está se esforçando para resolver as problemáticas da saúde do município.

“Quem tem plano de saúde tá bem, quem não tem nenhum problema tá bem, mas vocês sabem que domingo pela manhã não tinha médico no Covidário?!”, disse.

Adailton acrescenta que uma pessoa ligada a ele que estava com suspeita de Covid-19 informou que foi para Salvador porque não havia testagem na unidade.

“É preciso cobrar providências se não corresponder manda embora”, sugere o comunista.

O presidente da Câmara, vereador Paulinho de Nalva (Republicanos) pediu que os secretários respeitem os parlamentares.

Ainda conforme Paulinho, quando um vereador vai falar com o secretário é para tentar resolver problemas da população.

“Eu quero aqui chamar a atenção do nosso prefeito Dailton Filho: se tá ruim prefeito troca, troca peça, não deixe tá batendo em vossa excelência não. Eu sei que vossa excelência está aqui para fazer um trabalho bom para o nosso povo, e a gente sabe que não é vossa excelência que vai cuidar de todas as pastas”, asseverou.

Segundo ele, existe uma grande dificuldade para vereadores falarem com secretários: “Aqui em Madre de Deus é um sacrifício, a gente precisa ir para secretaria, ficar lá de molho para a gente falar com o secretário”.

O vereador André da Limpeza afirmou que vem falando sobre esse posicionamento da secretária de saúde há alguns sessões.

“Ela não dá nenhum tipo de assistência ao vereador, como eu falei na outra sessão a gente não quer pra gente, a gente está cobrando para o povo”, reclama.

Ela lembra que no mês de fevereiro haviam duas gestantes em trabalho de parto e havia um equipamento quebrado. O político volta afirmar que quando algum parlamentar entra em contato não para fazer pedido pessoal.

O edil pede respeito e diz que a responsável pela saúde precisa rever essa situação para dar uma satisfação melhor a comunidade.

O Pastor Melk saiu em defesa da Secretária Municipal de Saúde, Stela Souza, e discordou dos colegas de parlamento.

Para ele, a situação deve ser fruto de um mal-entendido e pede ajuda ao líder do governo na Câmara, vereador Jilvan Valadão para que possa agendar uma conversa entre os colegas e a secretária.

Melk afirma que acredita que isso não seja necessário, justificando,  que ele não encontra dificuldade em falar com Stela.

“Estou defendendo aqui por uma questão de coerência, de justiça. Porque sei que é alguém que trabalha, sei que alguém que está envolvida com a saúde, sei que alguém que abre portas fora”, disse.