Vereador chama empresa que administra Hospital de ‘corrupta’ e diz que Nilton, Jeferson e Fábio comandam a ‘quadrilha’

As declarações foram feitas durante sessão na Câmara Municipal na terça-feira (18).

Exame descarta suspeita de coronavírus em paciente que morreu em Madre de Deus; diagnóstico aponta H1N1.

O vereador Val Peças (PSL) chamou a empresa que administra o Hospital Municipal de Madre de Deus de ‘corrupta’ e disse que o deputado estadual Nilton Bastos (PP), prefeito Jeferson Andrade (PP) e o ex-diretor da unidade de saúde e pré-candidato a prefeito de Camaçari, Fábio Lima (PP), comandam a”quadrilha”.

As declarações foram feitas durante sessão na Câmara Municipal na terça-feira (18), após o Bahia Manchetes divulgar uma entrevista com um médico que relatou que o Instituto de Gestão Saúde e Tecnologia (IGST) e  Associação de Proteção a Maternidade e a Infância de Castro Alves (APMI) não pagaram por serviços prestados. (Veja aqui)

“Essa empresa corrupta, uma quadrilha que tá aí, com aval do prefeito e com aval também do deputado estadual Niltinho. Essa empresa que tá aí no hospital, olhe aí no Bahia Manchetes de ontem, um médico fazer uma denúncia tão grave dessa”. (Veja aqui)

Discorrendo em seguida sobre o posicionamento da IGST com colaboradores na unidade de saúde. Em outro momento, o vereador  repete às criticas e diz que o Hospital deu “calote” em fornecedores.

“Em relação ao Hospital Municipal, essa quadrilha que nós vereadores aqui aceitamos. Essa quadrilha que tá aí, comandada por seu Nilton Bastos, seu prefeito [Jeferson Andrade] e Fábio Lima que é pré-candidato a prefeito em Camaçari, deu calote… É inadmissível […] o diretor da empresa anterior, ficou tudo aí. Olha que jogo: deu calote em Juscelino, [e em] Val da Loremar”, reclamou o parlamentar.

Segundo kikito Tourinho (PPS), “essa gestão mais uma vez mostra que não tem compromisso com os profissionais” ao apontar a denúncia do médico na web.

“O médico que estava se manifestando na rede social, ele estava ali pedindo socorro porque até hoje não recebeu. O descaso…  Ah! Muitos dizem: ‘não é o prefeito não´. É o prefeito! Porque ele é o gestor, a culpa cai sobre ele. Tem que ter mais compromisso, ele sua esposa, secretária de saúde. […] É um projeto familiar, é ele o irmão [secretário de serviços púbicos, Jacson Andrade], a mulher [Naiara Cardoso, secretária de saúde]. E companhia ilimitada vai seguindo o trenzinho da alegria da família”, dispara Kikito.

A vereadora Jodiane Alves (PRB) também usou a tribuna para falar das denúncias proferidas pelo médico e cobrar da gestão uma melhor saúde para cidade.

“Não deixe nossa cidade passar vergonha, como a gente está passando de caloteiro não”. Logo depois, ela elogia o médico Lucas Rodrigues ao afirmar que sua irmã teria recebido atendimento no Hospital Municipal, e que, por causa do médico a situação dela não se agravou.

“Uma irmã foi socorrida por Doutor Lucas e graças a ele a situação não foi pior. Então eu fico envergonhada de saber que aquele serviço que ele prestou [no Hospital], ele não recebeu”, lamentou Jodiane.