Noronha prega união e diz que decisões do PSD devem ser alinhadas com vereadores do PTB e PCdoB

Oposição será formada na Câmara por cinco parlamentares em 2021, o PSD conseguiu eleger três vereadores, o PTB (1) e PCdoB (1).

Noronha prega união e diz que decisões do PSD devem ser alinhadas com vereadores do PTB e PCdoB-Foto: Reprodução/Redes sociais.

O empresário e presidente municipal do Partido Social Democrático (PSD) Valdenir Noronha pregou união entre vereadores que serão oposição na próxima legislatura na Câmara de Madre de Deus. Segundo ele, qualquer posicionamento do PSD será alinhado com os parlamentes do PTB e PCdoB.

A oposição será formada na Câmara por cinco parlamentares em 2021, o PSD conseguiu eleger três vereadores, o PTB (1) e PCdoB (1).

Para Noronha, a bancada deve respeitar os outros dois parlamentares já que foram eleitos na mesma chapa.

“A gente não pode tomar nenhum direcionamento, sem pautar uma reunião, ou então passar pra esse grupo. Porque a gente tem que ter respeito, se a gente não passa confiança nesse grupo, não vamos passar confiança pro próximo grupo. Então a gente vai fazer com muita paciência, muita cautela, mas pensando sempre no melhor para Madre de Deus”, disse.  

Ele destaca que o PSD trabalhou unido durante a campanha e que alcançaram a expectativa de eleger três vereadores. ” Infelizmente, a majoritária não conseguimos eleger, mas o PSD saiu vitorioso nesta eleição”, comemorou.

Dois parlamentares eleitos na legenda, assumem a Câmara pela primeira vez, são eles:  André da Limpeza e Michele Paz. O vereador Renato de Martins garantiu a reeleição.

“Eu fui considerado até o pior presidente de partido da cidade. Porque eu não deixei ficar um partido que fosse fácil pra uns e difícil pra outros, ou então colocar aquele puxador de votos e os outros somente pra somar. Eu dei competitividade a todos, eu sempre falei que iria montar um partido que fosse a balança igual pra todos”, disse.

Ele relata que nas reuniões havia sinalizado que os candidatos que perdessem a eleição seria com diferença de 10, 20 ou 30 votos. Logo depois, ele elogia os candidatos do partido, reforçando que todos saíram das eleições vitoriosos.

De acordo com Noronha, o PSD foi o único partido que o presidente não sabia quais candidatos iriam vencer, justificando que houve igualdade na disputa.

Questionado se o partido fará oposição ferrenha no legislativo, o presidente pondera, mas antecipa que a sigla deverá aprovar os projetos que sejam importantes para cidade.

“No momento a gente não tem como dar nenhuma posição final, ainda como vai ser, tá muito recente entendeu? Tá havendo uma costura sobre a presidência da Câmara, depois a partir do dia 2 de janeiro que a gente começa a entrar no cenário”, tergiversou.