Marden reclama da Ascom e aponta perseguição na empresa de limpeza urbana de Madre de Deus

O parlamentar argumenta que não se pode deixar que a gestão seja focada na rede social.

Marden reclama da Ascom e aponta perseguição na empresa de limpeza urbana de Madre de Deus -Foto Reprodução Câmara de Madre de Deus.

O vereador Marden Lessa (PSB) reclamou de algumas públicações feitas pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Madre de Deus (Ascom) e apontou perseguição sofrida por funcionários que prestam serviço a empresa de limpeza urbana no município.

O parlamentar argumenta que não se pode deixar que a gestão seja focada na rede social.

Em seguida, afirma que a empresa mal estava fazendo a podagem de aniversário de emancipação política e a assessoria comparilhou a publicação com a legenda “a poda tá on”.

“Querendo enterrar o prefeito [Dailton Filho], mais do que já tá ruim na comunicação, querendo jogar o cara…  Mais ainda”, disse.

Marden disse que a adminstração fez uma carta convite de R$ 300 mil para tapar 12 bueiros. Logo depois, ele conta que a Ascom postou: “É obra pra todo lado, e tome obra”.

Ele conta que enviou a publicação para o secretário municipal de governo, Sérgio Gandarela. Para o edil, postagens como essa servem para “avacalhar o governo”.

O vereador cobra um posicionamento do prefeito ao reforçar que essas publicações ‘avacalham’ o governo municipal.

Em outro momento, Marden se queixa que funcionários estão sendo perseguidos pela gerência da empresa de limpeza urbana.

O parlamentar cita o nome do gerente e do encarregado apontados como perseguidores.

Ainda conforme Marden, dois colaboradores foram demitidos por causa de perseguição.

“Eu quero saber até quando até quando será permitido esse tipo de perseguição dentro dessa empresa”, disse.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*