Após ruptura, vereador chama prefeito de Madre de Deus de covarde: “Não é homem”

A declaração foi feita no plenário da Câmara de Vereadores na terça-feira (5).

Após ruptura, vereador chama prefeito de Madre de Deus de covarde: “Não é homem” -Foto/ Divulgação:Câmara de Madre de Deus.

“Covarde, porque se fosse homem me chamava pra entregar o cargo que me deu. Não é homem, se fosse homem, me chamava e dizia: ‘a partir de hoje, vossa excelência não faz mais parte do meu agrupamento político’. Fez por trás, eu soube ontem pela oposição, por grupos de Whatsapp”.

Foi assim que o parlamentar Marden Lessa (PSB) classificou  o posicionamento do prefeito de Madre de Deus, Dailton Filho, no plenário da Câmara de Vereadores na tarde terça-feira (5) após a ruptura política.

Na tribuna, o vereador afirmou que vai denunciar o governo e proferiu criticas duras à administração.

Em outro momento, ele lembra a data de quando teria atendido o telefonema feito pelo gestor para saber quem seria indicado pelo edil para assumir a vaga na estrutura administrativa.

“O mesmo prefeito que me ligou no dia 31 de dezembro para pedir que nós indicássemos um nome, foi o mesmo prefeito que não me ligou ontem pra dizer assim oh: ‘cachorro, eu tô tirando a sua indicação’. Eu soube pela oposição! Foi esse mesmo prefeito que aqui neste púlpito quando Jailton disse: ‘que do homem, a palavra’. É esse mesmo covarde que tá quebrando a palavra comigo”, disse o vereador em um dos trechos do discurso no plenário.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*