Oposição vai apresentar na câmara pedido de afastamento contra prefeito Jeferson

O pedido de afastamento  contra Jeferson Andrade será apresentado nesta terça-feira (6).

Prefeito Jeferson Andrade (Foto: Divulgação/ Arte Bahia Manchetes)

Vereadores de oposição vão apresentar um pedido de afastamento  contra Jeferson Andrade nesta terça-feira (6). O prefeito de Madre de Deus esta sendo investigado por um esquema de “enriquecimento ilícito” praticado na Câmara Municipal após a justiça aceitar a denúncia no caso que ficou conhecido como “acordão na Câmara”, ele é acusado de usar a máquina pública em troca de apoio para vencer a eleição de presidente do poder Legislativo em 2011, quando era vereador.

Além do chefe do Executivo, são réus no processo o Secretário de Esporte Jibson Coutinho, Chefe de Gabinete na Câmara Municipal Adailton do Suape, assessora Tânia Pitangueira e o vereador Anselmo Duarte.  A justiça determinou o afastamento de Jeferson  do cargo, em julho deste ano, mas reverteu a decisão quatro dias depois.  A primeira denúncia na Câmara contra o chefe do Executivo foi protocolada por um morador em setembro do ano passado.  Na ocasião, a denúncia foi arquivada sem apreciação do Plenário,sob a justificativa de que não havia embasamento jurídico. O líder da oposição na Casa, vereador Val Peças, informou que ocorreu uma reunião na última quinta-feira (1º), para falar sobre a denúncia.

O vereador Kikito Tourinho disse ao Bahia Manchetes que esse pedido de afastamento é um “clamor do povo” e que os moradores não “aguentam mais o que vem acontecendo na cidade”.

“Como falei em meu pronunciamento semana passada [na Câmara] Madre de Deus é a cidade do já teve, já teve tantas coisas e não tem mais nada”, ironizou o parlamentar.

Segundo o vereador, um grupo de trabalhadores desempregados estiveram na Câmara cobrando emprego semana passada, disse ainda, que os vereadores da base governista vem apontando as falhas do mandatário.

“Peço que a comunidade para que amanhã [terça-feira] se faça presente pra que a gente possa realmente ver quem está do lado do povo. Porque é uma decisão certa, ou tá com o povo ou contra o povo! E o povo quer o afastamento de Jeferson, como está não pode ficar a cidade abandonada faltando tudo”, diz.

Ainda conforme Kikito, até o momento apenas três vereadores são favoráveis ao pedido de afastamento, ele ressalta que cabe aos 8 vereadores da base entenderem que foram eleitos pelo povo.

“Se realmente tem compromisso com o povo, se realmente entende que foi o povo que colocou o vereador ali a hora é essa de pedir esse afastamento. Porque assim, nós entendemos que a justiça já afastou Jeferson,

O parlamentar ressalta que a justiça afastou o prefeito porque ele responde a vários processos e acresenta que  cabe a câmara afastar o gestor.

Os vereadores precisam pelo menos 6 assinaturas para afastar o chefe do Executivo. O documento conta apenas com as assinaturas dos vereadores  Juscelino Silva (PPS), Val Peças (PSL) e Kikito Tourinho (PPS).

Supermercado cunha