Presos suspeitos de participação em morte de policial civil na Liberdade

Conforme a polícia, três envolvidos no latrocínio de investigador, ocorrido em junho deste ano, serão apresentados na quarta-feira (13).

Homem é morto com golpe de faca no sul da Bahia -Foto: Ilustrativa.

Três suspeitos de participação na morte do investigador da Polícia Civil da Bahia, Luiz Santos de Jesus, ocorrida em Salvador, foram presos. A informação foi divulgada pela assessoria do órgão nesta terça-feira (12).

O crime ocorreu no dia 14 de junho, no bairro da Liberdade. A Polícia Civil não deu detalhes das prisões e informou que os três suspeitos serão apresentados à imprensa na quarta-feira (13), no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A ação será conduzida pelo delegado Odair Carneiro (DHM), integrante da Força-Tarefa que investiga crimes contra policiais.

Luiz Santos de Jesus, de 59 anos, foi baleado em Salvador (Foto: Divulgação / Sindipoc)

O investigador Luiz Santos, 59 anos, foi morto durante uma tentativa de assalto, ocorrida na Rua Lima e Silva. Conforme a polícia, a vítima estava com a mulher e um casal de amigos e foi baleada quando entrava no próprio veículo, após bandidos se aproximarem para roubá-la.

A polícia informou que os suspeitos teriam descoberto que ele era policial e teriam visto a arma de Luiz. O investigador não reagiu, mas, mesmo assim, os assaltantes atiraram.

A vítima chegou a ser socorrida e levada para o Hospital Ernesto Simões, no bairro do Pau Miúdo, mas não resistiu aos ferimentos. O enterro foi no cemitério da Ordem Terceira de São Francisco, em Salvador.

Luiz integrava a Delegacia de Repressão a Estelionato e Outras Fraudes (Dreof).

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*