Prefeitura de Madre de Deus retira quase 3 caçambas de lixo acumulados na Cocult

A informação foi divulgada pelo prefeito Jailton Polícia (PTB) na quinta-feira (28).

A prefeitura de Madre de Deus retirou quase três caçambas de lixo acumulado no imóvel que funcionava a Secretaria a Coordenação de Cultura (COCULT) da cidade, e fica localizado na esquina da Jêronimo Martins Alves com a Rua Menino Jesus. A informação foi divulgada pelo prefeito Jailton Polícia (PTB) na quinta-feira (28). Os secretários de Cultura, Anderson Lessa e de Serviços Públicos, Hélio Santana também estiveram no local.

No prédio que já foi sinônimo de cultura, a pintura descascada e buracos no forro que está pendurado revelam problemas na estrutura. No local,  há muitos materiais usados para artesanato, lampejo do brilho histórico que o imóvel carrega. Uma pilha de cadeiras foram deixadas para trás, numa área que já foi usada para apresentação  de grupos culturais.

Outra preocupação se diz respeito a dengue. Com as chuvas que atingem a cidade no período de inverno, o local fica com grande acúmulo de água parada em parte do telhado, ajudando a criar focos do mosquito transmissor da doença. O Bahia Manchetes denunciou o problema em 2018, mas até ontem, nada havia sido feito pelo Executivo para minimizar os problemas de saúde pública causados pelo imóvel abandonado.

Jailton usou seu perfil no Facebook para relatar que há muitos anos o espaço que formou jovens e crianças com práticas culturais, estava servindo de depósito de materiais inutilizados.

“Causando incomodo para vizinhos próximo ao local, que se queixavam de possíveis criatórios de insetos, mosquitos e outras pragas”, escreveu.

O gestor afirmou que “foram retirados quase três caçambas de lixo e a limpeza ainda não finalizou”. Para Jailton, mesmo com a pandemia do novo coronavírus, as pessoas precisam ter esperança de dias melhores. Ele define todo espaço que desenvolve cultura como “sagrado” e reforça: “Não podemos deixá-lo no esquecimento”.

O ex-Secretário de Cultura e Turismo, vereador  Marden Lessa (PSB) informou que quando assumiu a pasta, esteve na Cocult com um equipe da secretaria de serviços públicos, e na ocasião, dois engenheiros interditaram o local. Segundo ele, a equipe identificou que a parede da Rua Jêronimo Martins Alves apresentou um ondulação. Marden conta que foram retirados do prédio na época cerca de nove caçambas de lixo, e que, retirou o materiais do Centro Cultural e foram levados para local, e que entregou a Cocult limpa para antiga gestão.

Material deixado pela Coordenação de Cultura (COCULT) em Madre de Deus-Foto: Reprodução.
Diversos materiais foram retirados da Cocult pelo poder público quase três caçambas- Foto: Reprodução.