Emoção e fé, marcam ordenação diaconal de Igor Gonçalves: ‘Orgulho de ser madredeusense’

O ato foi realizado na Catedral de São Thomaz de Cantuária e presidida pelo bispo Dom João Carlos Petrini na manhã deste sábado (6).

Emoção e fé, marcam ordenação diaconal de Igor Gonçalves: 'Orgulho de ser madredeusense' Foto: Reprodução-Diocese de Camaçari.

A emoção e a fé marcaram a celebração do Seminarista Igor Gonçalves, de 25 anos, que foi ordenado diácono transitório na manhã deste sábado (6). O ato foi realizado na Catedral de São Thomaz de Cantuária e presidida pelo bispo Dom João Carlos Petrini.

Durante o rito, o seminarista foi chamado à frente da comunidade para declarar publicamente o seu desejo de assumir o ministério diaconal, e o compromisso com o povo de proclamar a fé com palavras e atos conforme o evangelho através da igreja.

Neste momento de ordenação, o futuro sacerdote assume também o compromisso de guardar o celibato, perseverar no espírito de oração e imitar o exemplo de Cristo.

Logo depois, o bispo e todos os fiés presentes na paróquia rogam a Deus que derrame com bondade a bênção sobre o servo. O rito segue com Igor prostrado ao chão que de acordo com a igreja, trata-se de um “gesto de humildade” que manifesta a pequenez do servo diante de Deus.

Na sequência da celebração, o bispo consagrou Igor Gonçalves diácono e pediu a Deus que “envie sobre ele, o Espírito Santo que o fortaleça com os sete dons da vossa graça, a fim de exercerem com fidelidade o seu ministério”.

Ainda na celebração, Igor utilizou vestes do ministério, recebeu o Livro dos Evangelhos das mãos do bispo e o abraço da paz.

Por conta da pandemia da Covid-19, os outros representantes do clero não puderam abraçar o novo diácono que recebeu aplausos de todos os presentes. Visivelmente emocionado, Igor deu um longo abraço na mãe que acompanhava a celebração.

O novo diácono Igor Gonçalves lembrou que na manhã do dia 17 de janeiro do ano de 2013, ele deixou Madre de Deus, revelando o amor que sente pela cidade.

Com a voz embargada, ele afirmou que tem “muito orgulho de ser madredeusense” e “mais orgulho ainda, daqui há alguns meses de ser o primeiro sacerdote nascido naquela terra abençoa por Deus”.

Igor não conseguiu segurar as lágrimas ao afirmar que o bispo Dom João Carlos Petrini é como um pai pra ele: “Te amo muito, devo muito ao senhor”.

Ele completa apontando que é uma alegria muito grande poder prestar uma “singela homenagem” e pediu para a mãe entregar uma lembrança “como sinal de agradecimento” ao bispo.

“Para que possa demonstrar o quanto o senhor é importante pra mim, o quanto ao longo desses anos eu pude aprender e quero muito mais aprender com o senhor”, diz.

Em seguida, ele conta que ganhou outra família no Seminário São João Maria Vianney e agradece ao Padre Josuel, vice reitor do seminário e a todos que o ajudaram.

“Meus irmãos seminaristas, amo muito vocês! Vocês sempre estarão nas minhas orações, eu rezo muito por vocês e acredito muito na vocação de vocês. Vocês são o futuro da igreja e por isso a vocês: a minha alegria e minha admiração”, disse.

Como diácono, Igor Gonçalves vai auxiliar o sacerdote na Paróquia São Francisco de Assis, em Candeias.