Após exames negativos em Madre de Deus, paciente refaz teste em Salvador e confirma Covid-19

O paciente testou positivo para coronavírus neste domingo (5).

Após dois testes negativos em Madre de Deus, paciente com Covid-19 é internado em Salvador-Foto: Ilustrativa/ reprodução.

Um homem de 50 anos deu entrada no Hospital São Rafael, em Salvador na sexta-feira (3), apresentando sintomas de Covid-19, após dois testes apontarem resultados negativos em Madre de Deus.

A mulher do paciente, explicou que já se passaram 16 dias desde os primeiros sintomas da doença.

Ela relata que o morador não precisou de ventilação mecânica, porém, foi internado em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), após ser constatado que ele estava com 50% do pulmão comprometido.

O Hospital São Rafael refez o teste no paciente, diagnosticando neste domingo (5) positivo para coronavírus.

A moradora conta que resolveu falar para alertar as autoridades sobre os problemas que podem ser provocados em diagnósticos falso-negativo.

O relato dela faz referência a membros da mesma família que podem acabar sendo infectados após os resultados não diagnosticar a doença.

“Se o quadro não tivesse se agravado tanto, ele poderia sair e contaminar outas pessoas confiando nos resultados feitos no município. Ele voltaria a vida dele normal”, disse.

Ela completa que o marido fez o primeiro teste que deu negativo ao completar três dias com sintomas, o outro exame negativo foi realizado 8 dias depois. Ela relata ainda que um novo teste foi feito em Salvador por recomendação médica, devido a permanência dos sintomas.O terceiro teste deu positivo para Covid-19.

“No segundo teste feito em Madre de Deus, ele já havia apresentando sintomas por 11 dias. Um dia depois, ele recebeu atendimento no Hospital de Medicina Humana de Candeias. No dia seguinte, o quadro não mudou e decidimos ir para Salvador”, lembra. A família do paciente segue em isolamento domiciliar.

Em nota, a prefeitura de Madre de Deus informou ao Bahia Manchetes que o paciente foi submetido ao teste RT-PCR, realizado pelo Laboratório Central do Estado (LACEN).

A gestão destaca que o tipo de teste padrão Ouro,  só terá um resultado negativo se a carga viral for muito baixa.

O paciente também realizou o teste rápido após 8 dias da coleta do RT-PCR, trata-se de uma recomendação do Ministério da Saúde.

O órgão acrescenta que pode ocorrer um falso-negativo caso a infecção tenha ocorrido dentro da janela imunológica dos 8 dias, o que não dará tempo para produção de anticorpos.

O texto sugere ainda que o resultado pode ter dado positivo em Salvador pelo espaço de tempo que o organismo dele necessitou para ter a quantidade de vírus suficiente e anticorpo para identificação no teste.