“Deus e o tempo darão conta dele”, diz Jeferson após registrar boletim de ocorrência contra Jailton

Em uma publicação na web, Jailton chamou Jeferson de "moleque, mimado e medíocre". 

"Deus e o tempo darão conta dele", diz Jeferson após registrar boletim de ocorrência contra Jailton (Foto: Reprodução Facebook)

Em mais um capítulo da crise política no município de Madre de Deus, o prefeito Jeferson Andrade (DEM) registrou um boletim de ocorrência contra o vice-prefeito Jailton Polícia (PRB). A informação foi divulgada nas redes redes sociais pelo próprio vice nesta quarta-feira (30).

Ao ser questionado pelo Bahia Manchetes em um aplicativo de mensagens no celular sobre o boletim de ocorrência, e com relação as declarações de Jailton, o prefeito disse apenas que “Deus e o tempo darão conta dele”. A ocorrência foi divulgada, um dia depois do vice chamar o prefeito de “traidor” em uma publicação na web.

O gestor recebe muitas criticas nas redes sociais, principalmente de moradores insatisfeitos com a administração. Mas dessa vez, o tiroteio está partindo daqueles que antes defendiam o mandatário. No texto, Jailton descreve Jeferson como “moleque, mimado e medíocre”.

O vice afirmou ainda que achava que tinha convivido com uma pessoa “madura e equilibrada”. De acordo com Jailton, o mandatário prestou queixa contra ele e sua esposa vereadora Jodiane Alves (PRB), alegando que teria sido ameaçado pelos dois. O vice-prefeito nega, e afirma que ele, a esposa e o grupo político não tem tempo à perder ameaçando o prefeito.

Na publicação, Jailton lembrou que teve sua ficha policial manchada por uma prisão militar em que teria brigado para que Jeferson se tornasse presidente da Câmara em 2010. “Hoje tenho o maior arrependimento de ter lutando por você um dia”, desabafa.

Por fim, o vice-prefeito sugere ao gestor que tente cuidar do povo do município, que segundo ele, está sofrendo pelo descaso com a saúde, educação e falta de ações para empregar a população, e completa destacando que vai dar resposta nas urnas em 2020.