Vinte sete pessoas ficam feridas após ônibus cair de ribanceira em Salvador

Um idoso ficou preso às ferragens e teve braço amputado na queda; grávida foi socorrida em estado grave.

Ônibus tomba na região do Acesso Norte e deixa feridos em Salvador — Foto: Alan Oliveira/G1

Um ônibus do transporte público de Salvador caiu de uma ribanceira e tombou na região do Acesso Norte, em Salvador, na noite desta quinta-feira (13). O acidente aconteceu nas proximidades do Shopping Bela Vista. A queda foi de uma altura de 10 metros.

De acordo com o coronel Oliveira da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), ao menos 27 pessoas ficaram feridas. Quatro pessoas foram socorridas em estado grave, entre elas uma grávida. Um idoso ficou preso nas ferragens e teve o braço amputado na queda.

Um baleiro de 26 anos que estava dentro do ônibus disse ao G1 que houve confusão entre os passageiros que tentavam sair ao mesmo tempo do veículo.

“As pessoas começaram a gritar com essa pancada, aí depois começou capotar o coletivo, foi muito rápido. Teve uma pancada primeiro, acho que foi na hora que ele subiu o meio fio, o ônibus não ficou nivelado, foi aí que aconteceu o capotamento. Eu estava em pé. As pessoas pisaram em mim naquela agonia. As pessoas querendo sair do coletivo. Eu mesmo saí pela entrada de emergência, pela parte de cima do coletivo”, relatou Vinícius Santiago.

O resgate e socorro das vítimas é feito por equipes do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). As vítimas com ferimentos mais graves foram levadas para o Hospital Geral do Estado (HGE), o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), Hospital Teresa de Lisieux.

A maior parte das vítimas foi atendida ainda no local e levada para Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da região.

O trânsito está congestionado na via. A frente do veículo ficou completamente destruída. A carcaça do ônibus ficou parcialmente retorcida. Durante a queda, o veículo arrastou uma árvore e derrubou um pedaço da grade de proteção que fica na parte de cima da ribanceira. Com informações do G1.