Vereador de oposição chama de “piada irresponsável” viagem de Jeferson para Europa

O prefeito justifica que o pedido de afastamento é de “cunho técnico”. Oposição diz que a cidade precisa de gestão.

Jeferson Andrade (DEM) montagem.

Vereadores de oposição criticaram a viagem do prefeito de Madre de Deus, Jeferson Andrade (DEM), que embarca para Europa nesta sexta-feira (8), e só retorna no dia 19 de dezembro. O vereador Val Peças (PSL), líder da oposição na Câmara disse ao Bahia Manchetes, que a cidade precisa de gestão, e classifica a viagem do prefeito como uma “piada irresponsável”.

“O prefeito esta fazendo uma piada irresponsável com o dinheiro público! O município não esta bem, e a rejeição dele é muito alta: O hospital do jeito que esta, as coisas não funcionam, Madre de Deus em pleno natal não vai ter nenhuma comemoração natalina ou iluminação, esse ano ele não fez nada, e já vai fazer a segunda viagem internacional com dinheiro público, está passeando com dinheiro público. O município do jeito que esta, ele larga o município e vai viajar… Esse prefeito é um irresponsável”, sentenciou Val.

Questionado sobre qual foi o retorno da viagem de Jeferson para Cuba, Val foi enfático ao afirmar que não houve retorno para cidade.

“Ele viajou para Cuba, e o que foi colocado em prática? Não houve retorno! Qual o benefício que ele esta trazendo para o município? Nenhum! Como é que ele vai trazer esporte avançado para Madre de Deus, desde quando o hospital só tem ortopedista final de semana: Ele [o prefeito] esta brincando com a inteligência do povo de Madre de Deus, traz Cigano, traz Doria, dizendo  que vai investir no esporte, e nada esta acontecendo. Isso é uma piada com dinheiro publico”.

Supermercado cunha

Ainda conforme Val, o prefeito viajou para Cuba para conhecer e provar das benesses do país, e completa: “Vai para Itália provar principalmente das pizzas de lá”.

Para o vereador Kikito Tourinho (PPS),  o prefeito precisa “viajar menos e trabalhar mais”.

“Quando o prefeito não esta em viajem, esta em Lauro de Freitas trancado no condomínio dele”.

De acordo com o parlamentar, o prefeito e o secretário de governo Nilton Bastos vivem viajando.

Ele [o prefeito] e o secretário de governo [Nilton Bastos] precisam trabalhar mais, não ficar de kaô… Têm muita coisa que precisa acontecer no município, o município tá à toa e o prefeito não faz nada, vem aqui nas escondidas: ninguém sabe, ninguém viu”, disparou o socialista.

O parlamentar chegou a ironizar a viagem do prefeito: “Porque deixou para viajar em dezembro? Vai passear na França? Ele precisa trabalhar, as pessoas estão sofrendo, a cidade esta parada”.

A viagem para Itália foi autorizada pela Câmara Municipal na última terça-feira (5), e será custeada pelo consórcio SOMAR. No requerimento, o chefe do Executivo justifica que o pedido de afastamento é de “cunho técnico”, com objetivo de “conhecer e analisar novas tecnologias e ferramentas para solução de questões relacionadas ao tratamento de água, esgoto e resíduos da comunidade”.

Votaram a favor da viagem, os vereadores  Pastor Melk (PPS), Cláudia Copque (PSB), Anselmo Duarte (DEM), Paulinho de Nalva (PRB),Jodiane Alves (PRB), Joyce Lima (PRB) e Renato de Martins (PSD).

Os vereadores Juscelino Silva (PPS), Kikito Tourinho (PPS) e Val Peças (PSL) não compareceram a sessão.