‘Um jovem universitário recebendo diploma’, diz Bolsonaro sobre reação de Moro ao aceitar convite

O juiz federal Sérgio Moro, responsável pela 13ª Vara de Curitiba, aceitou convite para ser ministro de Bolsonaro

'Um jovem universitário recebendo diploma', diz Bolsonaro sobre reação de Moro ao aceitar convite (Foto:Reprodução)

O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) disse nesta quinta-feira, 1, que o juiz federal Sérgio Moro aceitou o cargo de ministro da Justiça “como se fosse um jovem universitário recebendo seu diploma”.

A declaração foi dada à TV Record, na primeira entrevista do deputado federal após a indicação de Moro para a Pasta. Nesta manhã, o magistrado aceitou compor o governo de Bolsonaro. Em entrevista ao Estado em 2016, disse que “jamais entraria para a política”.

“Eu o vi como se fosse um jovem universitário recebendo seu diploma”, disse o presidente eleito quando questionado se o juiz da Lava Jato passou alguma impressão do que é possível construir no País nos próximos anos.

“Ele (Moro) está com muita vontade realmente de levar avante sua agenda, e isso me deixou muito feliz, porque, afinal de contas, uma das coisas que mais aflige a população brasileira é a questão da corrupção. Ele agora atacará de forma global no Brasil e não apenas na Lava Jato”, completou.

O juiz da 13ª Vara Federal de Curitiba viajou para encontrar Bolsonaro no Rio de Janeiro nesta quinta e, pouco depois, aceitou o convite publicamente. Segundo o presidente eleito, ele gostaria de saber “se teria meios e liberdade para perseguir uma agenda para o combate efetivo da corrupção ao crime organizado”.

O futuro ministro da Justiça não vai se afastar ainda do seu cargo de juiz da Lava Jato, de acordo com o presidente eleito, porque tem férias vencidas. Na volta, ele deve pedir exoneração do cargo.

Moro foi magistrado por quase 22 anos e ocupará agora um dos superministérios de Bolsonaro, da Justiça e Segurança Pública. Questionado na entrevista sobre a falta de experiência do juiz com essa segunda área, o presidente disse que “bem assessorado e com a inteligência que lhe é peculiar”, Moro tomará decisões adequadas.

Caberá ao futuro ministro indicar todos os cargos de sua Pasta, que inclui o diretor da Polícia Federal. Segundo o fututo presidente da República, Moro participará, a partir da semana que vem, da transição de governo. Com informações do Estadão.

Supermercado cunha