SFT rejeita pedido de liberdade a Lula

Os três votos dados até o momento no julgamento virtual no colegiado foram para negar o recurso.

Lula prestará novo depoimento na Justiça Federal do DF no fim de outubro (Foto/reprodução)

A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) formou maioria para negar o recurso em que a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pedia que a prisão dele fosse revogada. Os três votos dados até o momento no julgamento virtual no colegiado foram para negar o recurso.

Assim como o ministro Dias Toffoli, o ministro Gilmar Mendes seguiu o entendimento do ministro Edson Fachin, relator da ação no STF, e votou por manter Lula preso. Detido desde o dia 7 de abril na sede da Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, o petista cumpre a pena de 12 anos e um mês de prisão a que foi condenado em segunda instância no processo referente ao tríplex do Guarujá.

Restam ainda os votos dos ministros Celso de Mello e Ricardo Lewandowski, os demais membros da Segunda Turma. Com três votos dados pela manutenção da prisão, no entanto, o resultado não será alterado com os posicionamentos deles. O julgamento eletrônico termina nesta quinta-feira (10).

Supermercado cunha