Grupo fecha trecho na BA-523 em protesto por causa de buracos na rodovia

A manifestação começou por volta das 5h30 e ainda não há previsão de quando a pista será liberada.

Um grupo com cerca de 50 manifestantes fechou um trecho da BA-523 na manhã desta terça-feira (8) em protesto contra as más condições da rodovia que liga os municípios de Madre de Deus, São Francisco do Conde e Candeias. O local onde o fluxo de veículos foi interrompido fica às margens da refinaria. Os manifestantes usaram pneus para obstruir a via.

De acordo com a população, a estrada é muito esburacada, o que já motivou vários acidentes e prejuízos. A manifestação começou por volta das 5h e a pista foi liberada por volta de 9h30.  Policiais rodoviários e militares foram ao local para monitorar a situação.

A rodovia foi interditada  nos dois sentidos por conta do ato e causou um congestionamento de cerca de 2 km, mas alguns carros de pequeno porte foram autorizados a passar, porém às informações não foram atualizadas pela polícia. Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, os manifestantes pediram  ao Governo do Estado a requalificação urgente de 340 metros de extensão da rodovia sem asfalto e repleta de buracos.

A organização do movimento afirmou que a estrada em dias de chuva fica quase intransitável, e que o poder público já fez diversas promessas que o problema seria resolvido, mas nada foi feito.

O governador Rui Costa (PT) afirmou no dia 9 de abril durante uma visita a cidade de Madre de Deus que o problema no trecho da  BA-523 seria resolvido, e que estava em processo de licitação. Depois de quase um mês, a obra ainda não foi licitada e a situação da rodovia ficou ainda pior.

O grupo reivindica que o governo determine um prazo de conclusão da obra,eles ressaltam ainda, que outras licitações já foram feitas e os transtornos se arrastam pela região a cerca de 16 anos.

Os manifestantes usaram pneus para obstruir a via.
O fluxo de veículos bloqueados aumentou na região.
Supermercado cunha