Após críticas da oposição, vereadora diz que ninguém faz política para destruir Madre de Deus

Ele ressalta que nada que o prefeito Jeferson Andrade  faz ‘é atoa’ e que se tiver ‘tiver que melhorar, melhora’.

Após críticas da oposição, vereadora diz que ninguém faz política para destruir Madre de Deus (Foto: Reprodução)

Durante a sessão desta terça-feira (6) o vereador Kikito Tourinho (PPS) voltou a fazer críticas ao secretário municipal da juventude Ericson Gomes e sugeriu que o secretário deixe a pasta. Ele argumenta, que o secretário não ‘tem moral’ para continuar a frente da secretária da juventude, após mentir para os universitários sobre o corte no transporte gratuito.

Segundo o socialista, Ericson teria informado aos estudantes que não teria ‘condição’ de manter o ônibus aos sábados, após a repercussão sobre o assunto, o secretário negou que teria afirmado que o transporte seria suspenso. Para o vereador, à máscara do secretário caiu após circular nas redes sociais uma mensagem atribuída ao secretário em que ele informa que o ônibus seria suspenso.

O parlamentar chamou Ericson de ‘maluco’ e ‘mentiroso’, disse ainda, que o secretario perdeu a confiança dos estudantes.

“Era certo que os universitários não teriam o transporte aos sábados como a coisa pegou fogo, o pessoal estava se mobilizando, ele veio maluco: ‘dizendo que não, que era mentira que não tinha acontecido nada’. O pessoal fez o Print lá e começou a divulgar as mentiras dele”, diz. E completa: “Peça pra sair secretário”.

A vereadora Jodiane Alves (PRB) líder do governo na Câmara, saiu em defesa da base aliada, afirmando que às críticas da oposição não afetam o governo quando a crítica é direcionada a questões que devem ser corrigidas.

Conforme a vereadora, a base aliada deve identificar se existe excesso de criticas para pontuar, e caso tenha que ser corrigido a base leva para o governo.

Ele ressalta que nada que o prefeito Jeferson Andrade  faz é ‘atoa’ e que se ‘tiver que melhorar, melhora’.

Segundo ela, cada vereador tem uma bandeira, em seguida, destaca que um parlamentar defende a família outro às causas sociais, e justifica que não dá para abraçar todas às causas, ao enfatizar que ninguém faz politica para destruir Madre de Deus.

Supermercado cunha