André diz que não entendeu crítica do vereador Melk: “Foi infeliz nas colocações”

O gerente da empresa de Limpeza Urbana de Madre de Deus conversou com o Bahia Manchetes nesta quarta-feira (20).

O gerente da empresa de Limpeza Urbana de Madre de Deus, André da Limpeza, disse que não entendeu a crítica que o vereador Pastor Melk (SD), fez a ele na tarde de terça-feira (19) na Câmara Municipal, afirmando que o responsável pela MM, contrariou a Organização Mundial de Saúde (OMS), ao oferecer um café da manhã para os colaboradores no último sábado (16), dia dos garis.

“Na verdade, eu não entendi as colocações do vereador Pastor Melk. Porque nunca tive nada contra Melk, sempre o respeitei como Pastor e vereador, e foi lamentável as declarações dele”, disse ao Bahia Manchetes na tarde desta quarta-feira (20).

André relata ainda que fez um café para os funcionários, reforçando que todas as precauções foram tomadas para evitar aglomerações, mas não poderia deixar passar em branco, o dia 16 de maio.

“Eu entendo o seguinte, o pessoal da limpeza urbana está indo para o enfrentamento todos os dias. O pessoal da limpeza urbana, realmente faz a diferença”, diz, referindo-se aos riscos provocados pelo novo coronavírus. Ele acrescentar que a equipe permanece fazendo a limpeza da cidade.

 “A gente não fez uma coisa como eu gostaria de fazer, mas foi uma coisa simples. Mas eu tive essa preocupação com a aglomeração. Eu fiz de tudo para o pessoal não se aglomerar, foi coisa rápida: pegou café, bateu o ponto e foi trabalhar. Foi isso que aconteceu! Eu não tenho nada contra o Pastor Melk, mas não entendi as colocações dele”, afirmou André à reportagem. 

O gerente responsável pela empresa de limpeza urbana disse ainda que todos na cidade o conhecem: “Sou um trabalhador, gosto do que eu faço, acordo todo dia bem cedo pra trabalhar, para cuidar do meu município. Qualquer lugar que eu vou, me dedico muito ao meu trabalho, mas não tenho nada contra ninguém e não tenho inimigos”.

Para André, todos sabem sobre suas aspirações políticas, mas isso nunca foi levado para sede da empresa. “Procuro fazer minha política depois do horário de trabalho, por fora. Eu acho, que ele foi infeliz nas colocações”.

Ele completa ressaltando que procura respeitar todas as pessoas, mas que não pretende recuar sobre seus objetivos, apesar de possíveis pressões, aponta que vai seguir em frente.

Ainda conforme André, o vereador poderia ir na empresa conversar com ele passar alguma orientação “sem problema nenhum”. Ele diz que ficou “surpreso” que o parlamentar não o procurou e fez as declarações na Câmara.

O responsável pela empresa de limpeza urbana, também agradeceu as mensagens de apoio dos moradores e ao vereador Marden Lessa (PSB) que todo ano realiza um café para os funcionários da limpeza urbana. Segundo ele, a equipe do parlamentar também tomou precauções para evitar aglomerações na sede da empresa.

Depois que a informação sobre as declarações de Melk foram divulgadas na web, internautas criticaram o vereador. Dois funcionários da empresa de limpeza urbana, entraram em contato com o Bahia Manchetes para rebater as a fala do edil.

O colaborador que atua na empresa há 5 anos, descreveu André como uma pessoa “excelente” e que ficou muito chateado com a fala do vereador.

“Não sei explicar o que tá acontecendo, porque você sai na rua e vê só o pessoal elogiando o trabalho de André, você chega na empresa todo mundo fala bem de André… Nem todos! Porque nem jesus agradou a todos, mas a maioria.”, disse o funcionário na condição de anonimato. E completa: “Nós estamos muito chateados em referente a André, porque ele fez o café da manhã, que pelo menos se lembrou de nós garis [sic].”

“Outro vereador que eu quero agradecer muito é a Marden que sempre, todo ano, ele tá lá fazendo esse café da manhã. Ele não foi, mas ele mandou uma pessoa participar na segunda-feira do nosso café da manhã”, disse, acrescento que Melk fez críticas a André nunca vai na empresa.

Uma funcionária que trabalha na empresa há quase 7 anos, disse que o evento foi realizado, mas os colaboradores mantiveram distância e conta que “não houve nada demais”.

Ela relata que André fez o café da manhã no sábado e Marden fez na segunda: “Porque não citou o nome de Marden, só citou o nome de André?”

“André com fé em Deus vai continuar sendo supervisor da MM de Madre de Deus, e quem estava aqui, foi o tal do carrasco do Luciano. E quem tá aqui é André, uma pessoa excelente, uma pessoa que só veio para somar, que trata bem os garis. Fez um simples café da manhã para comemorar o dia do gari com a gente, não vi nada demais. Aí quer dizer que Melk só citou André que fez o café da manhã no sábado. Porque não citou Marden, que fez na segunda-feira”, disse a colaboradora que não quis ter a identidade revelada.

Ela reforça que não tem nada contra Marden, mas questiona quais os motivos que levaram Melk criticar André. Para funcionária, Melk quer “atrasar o lado de André”, disse ainda, “que Deus é amor e justiça” e não deseja o mal ao parlamentar, mas entrega ele a Deus e ao tempo.