Suspeito de roubo de gado é preso e oferece R$ 10 mil a policiais para ser solto

Suspeito ainda informou endereço de comparsa onde policiais poderiam receber uma parte do dinheiro.

Homem foi preso e ofereceu R$ 10 mil para ser solto por policiais (Foto: Divulgação/SSP-BA)

Um homem apontado pela polícia como especialista em furto e roubo de gado foi preso na cidade de Tucano, a cerca de 250 km de Salvador, e ofereceu R$ 10 mil como suborno para ser solto pelos policiais.

De acordo com informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP-BA), divulgadas pelo G1, o suspeito Luís André Santos Pereira foi preso na quinta-feira (10). Com ele, os PMs apreenderam R$ 2 mil em espécie, R$ 18 mil em cheques e diversos cartões de banco.

Conhecido como “Nego da Pipa”, o suspeito estava escondido no povoado de Tracupá, zona rural de Tucano. À polícia, ele confessou ter comercializado, recentemente, 32 cabeças de gados. Ele ainda disse que agia também em cidades do estado de Sergipe.

Segundo informações da SSP-BA, após depoimento inicial, Luís André informou o endereço da residência de um comparsa, onde a polícia poderia pegar parte do dinheiro oferecido como suborno. No imóvel, Jamilson Cabral de Souza foi preso em flagrante com uma espingarda calibre 12 e munições.

“Nego da Pipa repassou os nomes de outros comparsas e estamos com as equipes trabalhando para localizá-los. Informações podem ser enviadas através do 181 ou 190”, explicou o comandante da Cipe Nordeste, major Wellington Morais dos Santos.

Os dois homens presos e os materiais apreendidos foram apresentados na Delegacia Territorial de Euclides da Cunha.

Supermercado cunha