Oposição chama Jeferson de “mentiroso” e acusa Nilton de envolvimento em esquema na creche

 Em um carro de som, a oposição percorreu a cidade disparando a metralhadora verbal com críticas ao prefeito e a aliados.

Oposição chama Jeferson de "mentiroso" e acusa Nilton de participar de esquema na creche(Foto: reprodução)

Vereadores de oposição em Madre de Deus fizeram duras críticas na terça-feira (2) ao prefeito Jeferson Andrade (DEM) e aos candidatos apoiados por ele. Em um carro de som, a bancada de oposição percorreu a cidade afirmando que não teve sessão na Câmara por duas semanas consecutivas por ordem do gestor da cidade.

O vereador Kikito Tourinho (PPS) chamou o chefe do poder Executivo de “mentiroso” e “Pinóquio”. Segundo ele, o prefeito “abandonou” o município “enquanto o povo está sofrendo”.

“Um prefeito que recebe todo mês R$ 14 milhões e nada faz: Não temos social, não temos saúde, não temos educação, não temos emprego.”Em seguida, o socialista afirmou que a obra dos prédios na Quitéria Nova “não é da prefeitura, é  do Governo do Estado”.

“Porque até o momento não tem nenhuma obra feita por esse cidadão, que só veio pra nos enganar”, dispara.

O vereador disse ainda que os 8 parlamentares que apoiam o prefeito votaram um projeto classificado por ele como “perverso” que prejudicou os moradores que recebem o “Família Cidadã”.

De acordo com Kikito, o “prefeito Pinóquio”  disse que o deputado Federal Cláudio “Cajado iria trazer R$ 5 milhões para fazer a Quitéria Velha” depois afirmou em Candeias que “Cacá Leão está trazendo R$ 5 milhões para Quitéria Velha”. Para Kikito, é tudo enganação e o prefeito está tirando o povo como “abestalhado”. Ele completa ressaltando que o gestor se especializou  “em dar golpes”, em referência ao documento assinado pelo prefeito e outros quatro agentes políticos na Câmara Municipal, em 2011.

O vereador disse ainda que o mandatário só tem compromisso com a mulher (Naiara Cardoso) que é secretária de desenvolvimento social, e com o irmão (Jacson Andrade), também secretário que ganham mais de ” R$ 30 mil” somando todos os benefícios.

“Aí vem um secretário de governo, o tal do Nilton Bastos, que também tirou muito, levou muito de todos nós de forma covarde e levou toda nossa riqueza pra fora. Tá lá comprando mais de 300 municípios porque é candidato a deputado, ou seja, nosso município sofrendo: falta tudo gente”, afirmou Kikito.

O líder da oposição na Câmara, vereador Val Peças (PSL) apontou que não falta dinheiro no município “falta gestão”.

Ele disse que  a contratação do atual o secretário de saúde, Amaruy Miranda, foi um “crime a saúde pública”, em seguida,  destacou que a contração teria sido fruto de um acordo político para trazer apoio ao candidato a deputado estadual do prefeito. Ele responsabilizou o secretário de saúde pela a falta medicamentos na farmácia básica e precariedades na saúde.

Ainda conforme Val, o valor de R$ 7, 2 milhões em asfalto poderia ser investido nos 120 prédios na Quitéria Nova. Para ele, não havia necessidade de gastar tanto dinheiro para colocar asfalto em ruas já urbanizadas e asfaltadas.

“Porque ele fez isso senhoras e senhores? É um dos meios mais rápidos dele tirar dinheiro”. Segundo Val, o terreno que séria usado para o parque industrial, no qual foram gastos mais de R$ 2,4 milhões está sendo loteadas para fins particulares, e que as denúncias estão sendo feitas no Ministério Público.

Val Peças disse ao Bahia Manchetes na quarta-feira (3) que a administração do prefeito Jeferson é uma das “piores da historia”. Ele desafiou o prefeito ao afirmar que renunciaria ao mandato de vereador caso o deputado Cláudio Cajado trouxesse  R$ 23 milhões em emendas para o município até dezembro de 2018.

De acordo com Val, essa é mais uma das mentiras do prefeito, assim como foi a adutora na eleição passada.

O parlamentar disse ainda que a licitação para construir Creche Frei Godofredo Raulf  foi um a “armação” e o ex-secretário de governo, Nilton Bastos, “está envolvido”.

“Um dos donos da empresa MSS é um funcionário do pai dele (Nilton Bastos), e a sócia da empresa é uma senhora que ganha salário mínimo, e é tia da mulher do primo do prefeito. E essa senhora, ela é aposentada e ganha salário mínimo e abriu uma empresa com capital social no valor de R 1,1 milhão. Eu afirmo que o candidato a deputado Nilton Bastos tá envolvido”. O edil relata ainda que a licitação para entregar a creche inicialmente foi de R$ 4 milhões, mas o valor dobrou e o prédio ainda não foi inaugurado.

Além de Val e Kikito, o vereador Juscelino Silva (PPS) também participou do ato.

O Bahia Manchetes tentou o contato com o prefeito Jeferson Andrade e com o ex- secretário de governo Nilton Bastos, mas até a publicação desta reportagem não conseguiu. O espaço está aberto para manifestações.

Supermercado cunha