Nilton se atrapalha e confirma candidatura de prefeito de Madre de Deus, mas recua em seguida

Nilton destacou o governo do prefeito Jeferson  ao mencionar que gostaria de dar continuidade ao trabalho realizado pelo gestor

(Foto:Nilton Bastos arquivo pessoal/ reprodução Facebook)

O deputado estadual, Nilton Bastos (PP), se enrolou durante uma entrevista em uma rádio comunitária de Madre de Deus na quarta-feira (9). Ele acenou de forma despretensiosa sobre a candidatura de prefeito após receber elogios de uma ouvinte, confirmou a seguinte afirmação feita pela moradora: “Você será o prefeito da cidade, viu!”

O deputado respondeu: “Sim, Claro!”

Em seguida, ele tentou desconversar ao perceber que poderia ter cometido uma garfe, justificando que não teria ouvido o que a moradora falou: “Quer o quê? Perdão! Não ouvir. Desculpe… Não ouvir”, tergiversou.

Minutos depois, o apresentador Isaias Lima insistiu na pergunta, argumentando que é do tipo de pessoa que “gosta das coisas muito bem esclarecidas”, e seguiu: “Há boatos nos bastidores, que o senhor em 2020 virá como candidato do prefeito.  Isso é fato, ou é boato?”

Ao responder, Nilton disse que “nunca poderia ser candidato de si” e retificou a declaração que havia feito antes para moradora.

“Eu jamais vou dizer: ‘sou ou não sou candidato’. Isso é uma pauta, que a gente vai ter que discutir dentro do grupo político. Eu tenho dito, em algumas entrevistas, e não é só dito aqui. Em algumas emissoras, aqui da Bahia, principalmente da região metropolitana sempre me indagam isso: ‘Nós vamos precisar ouvir o grupo, e principalmente o povo da cidade’. Eu acho que a vontade tem que ser da população, se houver realmente o clamor, se houver uma vontade do povo de Madre de Deus, a gente vai parar, vai avaliar, vai sentar com todo grupo pra discutir isso (sic)”, ponderou.

Durante a entrevista, Nilton destacou o governo do prefeito Jeferson Andrade (DEM)  ao mencionar que gostaria de dar continuidade ao trabalho realizado pelo gestor: “Tudo que foi realizado ao longo dessa gestão do prefeito Jeferson Andrade, a gente quer sim, dar continuidade”.

Apesar do recuo estratégico sobre a sua possível candidatura a prefeito do município, Nilton descreveu sua trajetória política com grandiloquência da experiência conquistada na campanha de deputado e deixou transparecer o interesse em assumir à administração municipal ao repetir várias vezes que  deve ‘dar continuidade’ a gestão do prefeito.

“Eu conheço de perto a Bahia, e sei que Madre de Deus é uma cidade diferenciada. Existem os problemas, existem, mas é uma cidade que tem uma condição diferenciada da grande maioria dos municípios da Bahia. Então, a gente tem sim, que dar continuidade a isso e fazer um bom trabalho”, afirmou.

Ao ser interpelado sobre os possíveis nomes na base governista para disputa da prefeitura em 2020. Nilton evitou ampliar o embate interno e mencionou apenas o nome do vereador Marden Lessa (PC do B) como pré-candidato. Quando dizia que ‘todos os nomes citados por ele são legítimos’, foi interrompido pelo apresentador: “O senhor só citou um, Marden Lessa”. Depois disso, o deputado desconversou.

“Não! existem outros nomes que são legítimos, é o que eu  sempre digo: ‘Jeferson não é mais candidato’. Vai encerrar em 2020 o mandato dele de prefeito”, tergiversou.