Moradora reclama de taxa de iluminação pública e critica prefeitura de Madre de Deus: “Gestão corrupta”

Na publicação, ela firma ainda que a prefeitura é rica, mas não gera emprego e cobra da população uma taxa de iluminação pública que cabe a administração municipal.

Moradora reclama de taxa de iluminação pública e critica prefeitura de Madre de Deus: "Gestão corrupta"-Foto Reprodução Internet (Ilustrativa)

Uma moradora usou as redes sociais para reclamar da taxa de iluminação pública em Madre de Deus. No post, ela conta que procurou um funcionário da Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) para saber sobre a taxa, e teria sido informada que não é obrigatório pagar, então pediu  para um dos setores da prefeitura retirar a taxa que é cobrada mensalmente no recebo.

Segundo ela, o chefe do setor informou que não poderia retirar porque foi um Decreto Municipal do Prefeito Jeferson Andrade (PP) que obteve aprovação dos vereadores  em 2013, e que, para o valor tributado a mais na conta de energia seja retirado é necessário uma audiência pública na Câmara Municipal com a participação dos moradores.

Na publicação, ela firma ainda que a prefeitura é rica, mas não gera emprego e cobra da população uma taxa de iluminação pública que cabe a administração municipal. Indignada, ela dispara: “Gestão corrupta”. Com o registro publicado na web não faltaram brincadeiras por parte dos internautas. “Convoca a população, pois isso é um absurdo”, incentivou um internauta.

“Que absurdo! Vamos nos reunir e cobrar dos vereadores e prefeito a revogação dessa lei. Seria interessante fazermos um manifesto no dia da sessão da câmara”, reclamou outro.

No texto, a moradora ainda anexou o decreto  e destacou a importância do Poder Legislativo realizar uma audiência pública para retirar a taxa.

Moradores do Conjunto  Nova Madre de Deus (Casinhas) denunciaram um suposto “gato” de energia feito pela prefeitura para abastecer a praça e a quadra na localidade desde que foi inaugurada.

Eles questionam que além da taxa de iluminação pública estão pagando uma ligação clandestina da administração municipal, já que a concessionaria repassa parte do valor furtado para consumidores. Ainda conforme moradores, à administração municipal levantou um muro para regularizar a situação há cerca de 3 meses, mas até o momento a ligação permanece clandestina.

Bahia Manchetes solicitou posicionamento da Coelba sobre a denúncia e aguarda retorno.

Moradora reclama de taxa de iluminação pública nas redes sociais
Moradores denunciam suposta ligação irregular no Conjunto Nova Madre de Deus feita pela Prefeitura.
Segundo moradores, o serviço foi feito pela empresa de iluminação que presta serviço à prefeitura.