Morador acusa médico de negligência, chama Jeferson de “moleque” e diz que Naiara não entende ‘p… nenhuma’

As críticas e denúncias foram proferidas na manhã desta segunda-feira (30) em emissoras de rádio da região.

Morador acusa médico de negligência, chama Jeferson de “moleque” e diz que Naiara não entende “porra nenhuma” de saúde -Foto: Secretaria Municipal de Saúde de Madre de Deus

O morador de Madre de Deus, Aurélio dos Santos, de 48 anos, acusou um médico do Hospital Municipal de negligência, chamou o prefeito Jeferson Andrade (DEM) de “moleque” e apontou a Secretária Municipal de Saúde, Naiara Cardoso como “mulher do prefeito” que não entende “porra nenhuma” na secretaria. Ele relata que passou pela primeira cirurgia  há 6 anos, depois foram realizados outros três procedimentos. (Ouça o áudio abaixo)

“Ele fez um corte muito grande e minha colostomia fica toda estufada pra fora. Ele já fez mais três cirurgias, deu errado todas três. Quatro cirurgias erradas no total”, disse Santos.

As críticas e denúncias foram proferidas na manhã desta segunda-feira (30)  na rádio Baiana FM em que o morador descreve a cidade como a mais “esculhambado do país”. Ele disse ainda que a família  do chefe do Executivo está levando a “fortuna” do município  “toda embora”.

“Eu pedir pra ele vir aqui, pra eu falar na cara daquele sem vergonha que diz que é prefeito, que é um moleque safado”, dispara.

O morador afirmou ainda que há três semanas não recebe bolsas de colostomia, e que para trabalhar no Hospital tem que ser “mentiroso” e ” tem que fazer parte da máfia”. Em seguida, ele disse: “Aqui em Madre de Deus é uma quadrilha desgraçada que tá nesta prefeitura”.

Para ele, quem é do “bem” não  trabalha na prefeitura da cidade e aponta que “só trabalha gente descarada que tem que babar o ovo do prefeito” e que meia duzia deles costuma ligar pra rádio, elogiando a cidade  “como se Madre de Deus fosse Amsterdã”. Ainda conforme Santos, Naiara “não sabe de nada mesmo”,  e disse que ela não manda na secretaria de saúde e “só come R$14,5 mil”.

Ele acrescenta que funcionários  da saúde justificam que a bolsa de colostomia está em falta e questiona onde está os mais de R$ 30 milhões que foram destinados a saúde. (Ouça o áudio abaixo)

O morador afirmou ainda que há 6 anos não pode sentar na cadeira em decorrência  das “quatro cirurgias erradas” realizadas na cidade. Por fim, disse: “Eu tenho ulcera de pressão nas minhas costas, tem dois anos que ninguém vem aqui fazer um curativo e era feito todo dia, e esses miseráveis manda ficar calado ainda, até agora eu estava calado, mas minha paciência acabou com essa raça de ladrão desgraçado que tá na prefeitura aí há 10 anos sugando o dinheiro da cidade “.

O desabafo do morador foi compartilhado amplamente no aplicativo de celular. A Secretaria de Saúde, Naiara Cardoso ainda não se pronunciou sobre o caso oficialmente, mas o espaço está aberto para manifestações.

Ouça o áudio abaixo: