Maradona vai pedir prisão para sua filha por roubo de quase R$ 15 milhões

Advogado do ídolo argentino afirma que pedirá prisão preventiva de Gianinna tentar despistar origem de dinheiro supostamente roubado por sua mãe, Claudia Villafañe.

Diego Maradona, Giannnina Maradona e Cláudia Villafañes (Foto: reprodução)

O ex-jogador de futebol Diego Maradona deve entrar, em breve, com um pedido de prisão contra sua própria filha, Giannnina Maradona. Segundo ex-craque, ela e sua ex-mulher, Cláudia Villafañes, teriam roubado no período em que eram casados cerca de € 3,8 milhões (cerca de R$ 14,7 milhões na cotação atual).

Supermercado cunha

De acordo com o advogado de Maradona, Matías Morla, declarou em entrevista a um programa da TV argentina, que “do Uruguai, nos informaram que fecharam e abriram uma conta. Sem dúvidas, pediremos a prisão preventiva (de Giannina). Claudia entrou no esquema. Agora, o que é preciso ser feito é de onde conseguiu os bens que foram omitidos (…) O que vai fazer um pai? Ir falar com o juiz para pedir que não a detenha? Isso quem determina é o juiz. Não pode intervir na investigação porque há um fiscal, um juiz, o FBI. Em uma evasão impositiva, a vítima não é Maradona, é o Estado”.

A filha de Maradona negou todas as acusações e disse que, caso seu pai retire as acusações, o perdoaria.