Internautas reclamam de poda “drástica” de árvores feita pela prefeitura de Madre de Deus

Internautas usaram as redes sociais para reclamar que a poda praticamente acabou com as copas das árvores e mudou a paisagem no local.

A poda de árvores da Praça Afonso Cardoso, no Centro de Madre de Deus, realizada pela prefeitura em tempos de calor intenso e de discussão sobre o meio ambiente deixou moradores inconformados.  A ação gerou polêmica e dividiu a opinião da população. Alguns defendem medidas alternativas e não as podas “drásticas” e os cortes.

Internautas usaram as redes sociais para reclamar que a poda praticamente acabou com as copas das árvores e mudou a paisagem no local.  Num post publicado no Facebook, um internuta classificou a cena como “tosca”, disse ainda, que não havia necessidade de podar as árvores dessa forma.

No texto, ele afirma que a prefeitura justifica que está podando por causa de “ervas daninhas”, mas o internauta rebate: “Ervas daninhas são vocês, seus pulhas”.

Ele acusou ainda a prefeitura de “inventar” serviços para “desviar” verba pública.

“O que vocês querem é ficar inventando motivo para contratar empresa para fazer obra [de] manutenção sem necessidade e no fim desviar recursos da cidade”, dispara.

Segundo ele, o gestor ‘envergonha a crença de que seria diferente com ele’. Em seguida, usa a hashtag #Semvergonha.

 

Os moradores se queixaram na web que a Praça Afonso Cardoso perdeu a sombra de árvores, um deles apontou que  não “existe” Secretária de Meio Ambiente no município.

 

Outros reclamam que galhos de árvores grandes podem cair e provocar acidentes.

Desde a semana passada,  o resultado do trabalho ganhou repercussão nas redes sociais. As críticas começaram depois que uma moradora registrou imagens da poda. Logo depois, ela  fez uma publicação com o título “Prefeitura de Madre de Deus-Ba: “Desmetamento”. (Veja o vídeo abaixo)

O que mais chama a atenção, segundo os internautas é a poda da “drástica” que acabou aumentando o calor.  A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda 12 m² de verde por habitante.  Dados mostram que a temperatura em uma região não arborizada pode ser de até seis graus mais alta do que em uma região arborizada. Conforme especialistas na sombra das árvores a temperatura pode diminuir.

Nas imagens, é possível ver em volta das árvores troncos no chão, galhos e folhas retirados na poda feita pela prefeitura. Uma internauta compartilhou a imagem do que chamou de “irresponsabilidade, descaso e desrespeito”. Ela questionou ainda o que está acontecendo no município e ironiza a ação da prefeitura: “Parabéns vocês vão Longe”.

Outro lado

De acordo com o Secretário de Meio Ambiente, Luiz Montal, as podas que estão sendo realizadas no município foram devidamente comunicadas e autorizadas pela Secretaria Meio Ambiente. Segundo ele, o contrato com a empresa responsável pela ação está sob a gestão da Secretaria de Serviços Públicos. Montal justifica que o objetivo da  medida é evitar acidentes, disse ainda, que as podas estão de acordo com a legislação ambiental.

A reportagem do Bahia Manchetes tentou contato por diversas vezes com o secretário de serviços públicos, Jacson Andrade, mas as ligações não foram atendidas.O espaço está aberto para manifestações.