Estradas baianas registram fluxo intenso de veículos

Nas BRs 101 e 415, principais vias de acesso aos destinos mais procurados do São João, o trânsito é lento. PRF recomenda cautela.

Estradas baianas registram fluxo intenso de veículos (Foto: Reprodução)

O movimento nas principais estradas baianas é intenso na manhã desta sexta-feira (22), às vésperas do feriado de São João. Na BR-324, a via mais importante da saída de Salvador, o ponto mais forte de congestionamento é na região de Águas Claras, conforme informou a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

A região do pedágio e a entrada da cidade de Santo Amaro também são pontos bastante engarrafados. No trecho da BR que corresponde ao município de Simões Filho, nas proximidades do posto da PRF, o trânsito alterna entre o fluxo tranquilo a 50 km/h, e parado.

Segundo a PRF, a alternância ocorre porque há pequenas colisões na via, causadas pela falta de atenção dos motoristas, desde o início da manhã. A PRF recomenda atenção dobrada aos motoristas.

As polícias rodoviárias Federal e Estadual já intensificaram o policiamento nas vias. A recomendação é que os motoristas não façam ultrapassagens proibidas, não consumam álcool, evitem o excesso de velocidade e usem cinto de seguraça.

Até a publicação desta reportagem, a PRF ainda não havia feito estimativa de quilometragem do congestionamento, mas informou que a previsão é de que o tráfego intensifique no decorrer do dia.

Interior

Na BR-101, região entre Itabuna e Ibicuí, que é um dos destinos mais procurados nesta época do ano, o congestionamento é intenso.

Até a entrada da BR-415, principal acesso a Ibucuí, o tráfego é bastante lento. Assim como na BR-324, a previsao da PRF é de que haja maior fluxo de veículos até o final do dia.

Já na região da BR-116, o trânsito flui com mais facilidade, em direção à cidade de Vitória da Conquista. Por lá, os lugares mais procurados ficam na zona rural.

A PRF alerta para pontos da BR-116 e da BA-263, onde ficam os acessos às serras do Marçal (Conquista), dos Pombos (Anagé) e Engano (Jequié), porque não há pontos de ultrapassagem e de parada. Com informações do G1.

Supermercado cunha