Escolinha da Nana antecipa desfile de 7 de setembro e alunos dão show de conscientização

Com a mão no peito, os alunos cantaram juntos o hino nacional.

Estudantes fazem apresentação quase no final do trajeto.

A Escolinha da Nana promoveu nesta sexta-feira (6) um desfile para comemorar o dia da Independência do Brasil. Durante pouco mais de 1h 30, alunos e funcionários da escola deram um show no tradicional desfile cívico que começou por volta das 9h30. No entanto, antes da festa, os alunos com ajuda das professoras se organizaram formando um turbilhão de cores.

Uma das turmas ao som de uma canção de conscientização sobre os riscos causados pelo mosquito da dengue, dançaram e encantaram, pais e pessoas que passavam pelo local. Gente que sorria ao ver os pequenos se apresentando. Em seguida, embalados por um som que destacava a importância da coleta seletiva para o meio ambiente, outra turma fez uma belíssima apresentação.

Estudantes seguram bandeiras do Brasil, Bahia e Madre de Deus, e cantam o hino nacional.

Um momento marcante, foi quando o potente carro de som do “Guri Publicidade” tocou o hino nacional. Com a mão no peito, os alunos cantaram juntos. Algumas crianças, ainda não estavam familiarizadas com tanta movimentação, e  choravam antes do desfilar começar. Como o pequeno Davi, que recebeu o carinho da atenciosa professora que o acalmava.

Professora acalma pequeno Davi antes do desfile começar -Foto: Bahia Manchetes

O extravertido Manoel Guilherme, conhecido entre os amigos como “Gui”, circulava de um lado para o outro, com um largo sorriso no rosto. Ele contou ao Bahia Manchetes que estava gostando do desfile.Mas nem precisava perguntar, a alegria dele foi contagiante durante todo o percurso.

Estudantes posam pra fotos e fazem uma belíssimo desfile em Madre de Deus.
O pequeno Davi ensaia sorrisos durante o desfile.

Na Avenida Rodolfo de Queiroz Filho, o pequeno Davi ensaiava sorrisos, e aponta o dedo de um lado para o outro. Enquanto Flavio saboreava um doce distraído, um dos garotos pedia um pouco de água para avó. Neste momento do trajeto, não havia timidez nem lágrimas. Eles posavam para fotos, e algumas professoras aproveitavam o momento para registrar imagens. A chuva que caiu não conseguiu ofuscar o brilho do desfile que reuniu diversas famílias do município. Alguns estudantes ainda cantaram o hino nacional antes do encerramento.

Enquanto Flavio saboreia um doce distraído, outro garoto pede água para avó.
Um dos pequenos sorri  durante o desfile.
Professores auxiliam alunos na organização antes de começar o desfile .
Estudantes fazem apresentação sobre a importância da coleta seletiva.