Empresa que administra Hospital em São Francisco não deposita FGTS e atrasa salários, aponta denúncia

A empresa responsável pelo contrato com o Hospital de São Francisco do Conde, também participa do processo licitatório para administrar o Hospital de Madre de Deus.

Empresa que administra Hospital em São Francisco não deposita FGTS e atrasa salários, aponta denúncia- Foto Reprodução

O contrato da Organização Social (OS) que administra o Hospital Municipal Célia Almeida Lima, em São Francisco do Conde, na Região Metropolitana de Salvador, tem causado transtornos para funcionários. Conforme denúncia, a empresa que administra a Unidade de Saúde não deposita o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) há cerca de 13 meses, o mesmo ocorre com o Seguro Social. Além disso, funcionários apontam atraso nos salários.

A informação foi divulgada pelo Radialista Jutan Araújo. Ainda de acordo com a denúncia, empresa responsável pelo contrato também está atrasando o pagamento dos fornecedores,por causa disso, o cardápio dos funcionários tem sido ovo com arroz e ensopado de coração. Segundo a informação, diversos funcionários reclamam do descaso.

A empresa responsável pelo contrato com o Hospital Municipal de São Francisco do Conde, é o Instituto de Assistência á Saúde e Promoção Social – instituto Provida, que também participa do processo licitatório para administrar o Hospital Municipal Hospital Municipal Dr. Eduardo Ribeiro Bahiana, em Madre de Deus.

A reportagem não conseguiu o contato com a Provida, mas o espaço está aberto para manifestações.