Beleza e alegria marcam desfile de primavera da Escolinha da Nana em Madre de Deus

Com o tema "Não existe caminho para a paz, a paz é o caminho",  cerca de 100 crianças participaram do desfile.

Beleza e alegria marcam desfile de primavera da Escolinha da Nana em Madre de Deus (Foto: Bahia Manchetes)

Sob olhares de moradores na rua Francisco Leitão, o desfile de primavera da Escolinha da Nana reuniu dezenas de famílias em Madre de Deus na tarde de quarta-feira (31).

Com o tema “Não existe caminho para a paz, a paz é o caminho”,  cerca de 100 crianças com roupas que simbolizavam seis países  com culturas diferentes chamaram  a atenção durante o desfile que começou por volta das 16h, após um grupo de professores e auxiliares de disciplina organizarem os alunos, ainda tímidos no início do trajeto.  Mas não demorou muito para a beleza das cores e a alegria das crianças tomar conta das ruas da cidade.

No clima de festa e tranquilidade, elas  dançavam com os professores que ditavam o ritmo. Mal acabava uma canção e já vinha outra para animavar  o desfile e não havia mais cerimonia entre os menores  que se misturavam em  um turbilhão de cores.

Seguindo os pequenos, os país seguravam os celulares e registravam tudo. ” Sorria, segura a mão da amiguinha”, insistiu a mãe para fotografar o momento,  outros esticavam o braço e acenavam para crianças.

O corpo docente fez um show a parte, além da atenção e carinho, elas pulavam e dançavam com os pequenos que retribuíam  o afeto.

Para diretora Ana Maria, é uma  alegria ver a participação das famílias ao lado das crianças, disse ainda, que a Escolhiha da Nana realiza o desfile há 14 anos, e sempre os alunos aprendem algo novo:” Eles aprendem com todas as mensagens que são passadas”.

“Agradeço a presença de todos e a valorização que é importante” para as crianças. Ela ressalta ainda, que celebrar a “paz” é uma das principais mensagens.

De acordo com o coordenador pedagógico Kalleu Natividade, a representação de diferentes culturas caminhado lado a lado retrata principalmente: ” O amor, a empatia e o respeito”.

Ele completa afirmando que as crianças aprendem que “apesar das culturas serem diferentes a gente precisa respeitar e festejar”.

O desfile terminou por volta das 17h30 próximo a Câmara Municipal.

Supermercado cunha